Curso a distância, Curso online, Curso de inglês, Curso de informática, Cursos, Curso grátis, Curso de espanhol

Pesquisa personalizada

Administração

Cursos de Administração, informações sobre Administração grátis


Você está em: Cursos » Administração » Teoria da Contingência

Teoria da Contingência

A palavra Contingência significa algo incerto ou eventual, que pode suceder ou não, dependendo da circunstancia.
A Teoria da Contingência considera tudo relativo, não existindo um modelo absoluto que possa ser utilizado em todas as situações; o que fazer irá depender das variáveis do ambiente que determinarão quais decisões deverão ser tomadas pela organização.
A abordagem contingencial salienta que não se alcança à eficácia organizacional seguindo um único e exclusivo modelo organizacional, ou seja, não existe uma forma única e melhor para organizar no sentido de alcançar os objetivos variados das organizações dentro de um ambiente também variado.
É necessário um modelo apropriado para cada situação.
Variações no ambiente ou na tecnologia conduzem a variações na estrutura organizacional.

Pesquisa de Chandler
A pesquisa de Chadler teve quatro fases:
1º fase: Acumulação de recursos;
2º fase: Racionalização do uso dos recursos;
3º fase: Continuação do crescimento;
4º fase: Racionalização do uso dos recursos em expansão

A estrutura organizacional corresponde ao desenho da organização, isto é, a forma organizacional que ela assumiu para integrar seus recursos enquanto a estratégia corresponde ao plano global de alocação de recursos para atender as demandas do ambiente.

Pesquisa de Burns e Stalker
Foram pesquisadas vinte empresas e concluiu-se que o tipo de estrutura organizacional é determinado pelos fatores ambientais.
Classificando as organizações em dois tipos:
“mecanicistas e orgânicas”.

Sistemas Mecânicos:
Estrutura organizacional, burocrática, permanente, rígida e definitiva.
Autoridade baseada na hierarquia e no comando.
Processo decisorial, decisões centralizadas.
Comunicação quase sempre verticais.
Princípios predominantes da T. Clássica.
Ambiente estável e permanente.

Sistemas Orgânicos:
Estrutura organizacional flexível, mutáveis, adaptativas e transitórias.
Autoridade baseada na conhecimento e na consulta.
Processo decisorial, descentralizado ad hoc (aqui e agora).
Comunicação quase sempre horizontais.
Comunicações informais entre as pessoas.
Princípios predominantes da T. de Relações Humanas.
Ambiente instável e dinâmico.

A forma mecanicista é apropriada para condições ambientais estáveis.
A forma orgânica é apropriada para condições ambientais de meditação e inovação.
Portanto, é o ambiente que determina a estrutura e o funcionamento das organizações.

Pesquisa de Lawrence e Lorsch
Pesquisaram sobre o confronto entre organização e ambiente, o que acabou marcando o aparecimento da T. da Contingência, concluindo que os problemas organizacionais básicos são a diferenciação e a integração.

Conceito de diferenciação
É a divisão da organização em subsistemas ou departamentos, cada qual desempenhando uma tarefa especializada para um contexto ambiental também especializado.
É o processo oposto a diferenciação, gerado por pressões vindas do ambiente da organização no sentido de obter unidade de esforços e coordenação entre os vários departamentos (ou subsistemas).
Em função dos resultados da pesquisa, os autores formularam a Teoria da Contingência: que explica que não há nada de absoluto nos princípios gerais de administração. Os aspectos universais e normativos devem ser substituídos pelo critério de ajuste constante entre cada organização e o seu ambiente e tecnologia.

Pesquisa de Joan Woodward
Classificou em três grupos a tecnologia de produção:
1- Produção unitária ou oficina: o processo produtivo é menos padronizado e menos automatizado
2- Produção em massa ou mecanizada: é o caso da produção que requer máquinas operadas pelo homem e linhas de produção ou montagem padronizadas
3- Produção em processo ou automatizada: produção em processamento contínuo, a participação humana é mínima.

Pesquisa de Joan Woodward
Tecnologia:
Constitui outra variável independente que influencia as características organizacionais (variáveis dependentes). As organizações utilizam alguma forma de tecnologia para executar suas operações e realizar suas tarefas.

Conclusões sobre a Teoria da Contingência:
Existe um aspecto proativo e não meramente reativo na abordagem contingencial.
As características da organização não dependem dela própria, mas das circunstancias ambientais e da tecnologia que utiliza.

O consenso de seus adeptos quanto a certo relativismo no método gerencial, acarretando rejeição aos princípios universais e definitivos da administração.










Últimos Cursos

Dicas para economizar comprando produtos para Artesanato em Ponto Cruz
Não se preocupe se você não pode ir até a China comprar produtos com os menores preços do mundo. Saiba que você pode comprar direto do seu computador e garantir preços super baixos comparados com os praticados no Brasil. Mesmo com a alta taxa do dólar (que não pára de subir), compensa...
https://cursosnocd.com.br/artesanato/dicas-para-economizar-comprando-produtos-para-artesanato-em-ponto-cruz.htm

Qual o correto Mais ou Mas
Mais ou Mas? As duas formas de escrita são corretas, mas você deve saber o significado de cada palavra para sabem em quais frases elas se encaixam. Vamos ver a seguir: Mais pode ser pronome ou advérbio de intensidade. Exemplos de frases usando mais: Por favor, eu gostaria de mais suco. Não aguento mais essa...
https://cursosnocd.com.br/portugues/qual-o-correto-mais-ou-mas.htm

Quando usar Mal e Mau - Dúvidas gerais da Língua Portuguesa
É normal muitas pessoas confundirem qual o uso correto do Mal com L e Mau com U em uma frase. As duas formas de escrita Mal e Mau estão corretas, mas você deve saber qual o sentido da frase para saber se deve escrever com l ou u. Vamos ver algumas frases...
https://cursosnocd.com.br/portugues/quando-usar-mal-e-mau-duvidas-gerais-da-lingua-portuguesa.htm

A ou Há - dúvidas gerais da Língua Portuguesa
Com certeza, você muitas vezes, deparou-se com dúvidas e situações em que precisou usar termos e expressões e não sabia qual forma era correta para se utilizar naquele momento. Vamos aprender quando usar A, e HÁ nas frases em português. Vamos lá! A indica que ainda vai acontecer (tempo futuro). HÁ indica o que já...
https://cursosnocd.com.br/portugues/a-ou-ha-duvidas-gerais-da-lingua-portuguesa.htm

Diferenças entre Since e For em inglês
O Present Perfect também é usado junto às palavras since e for. Qual a diferença entre Since e For. Uma dúvida muito comum é quando usar since e quando devemos usar for em uma frase. Ambas (since e for) exprimem um período de tempo que começou no passado e perdura até o presente...
https://cursosnocd.com.br/curso-de-ingles/diferencas-entre-since-e-for-em-ingles.htm

Verb to be - como passar frases afirmativas para interrogativas em inglês
Verb to be: Como passar frases afirmativas e negativas para forma interrogativas Verb to be / Ser, Estar Hoje vamos aprender de forma fácil como passar as frases afirmativas para a forma negativa e interrogativa em inglês. Para nunca esquecer: FORMA AFIRMATIVA EM INGLÊS VERB TO BE I am (eu sou, eu estou) You are (você é,...
https://cursosnocd.com.br/curso-de-ingles/verb-to-be-como-passar-frases-afirmativas-para-interrogativas-em-ingles.htm








Cursos no CD - Cursos a distância, Curso Online. Série de lições sobre determinada matéria. Conjunto de matérias professadas numa universidade. Todas as informações são de propriedade de seus respectivos autores. Política de Privacidade

Parceiros: HLERA, Orkut, Fotolog, YouTube, Baladas, Garotas, Festa, Cama e Banho, Resumo de Livros Lençol de Malha, Países e Viagens
Carnaval, Desenhos, Frases, Mensagens, Músicas, Piadas Gaspar, Notícias Importantes, Poemas de Amor, Carros, Recados para orkut, Web Designer
RSZ Sistemas