Curso a distância, Curso online, Curso de inglês, Curso de informática, Cursos, Curso grátis, Curso de espanhol

Pesquisa personalizada

Direito

Cursos de Direito, informações sobre Direito grátis


Você está em: Cursos » Direito » Evolução do Trabalho

Evolução do Trabalho

EVOLUÇÃO DO TRABALHO E FORMAÇÃO DO DIREITO DO TRABALHO:

a) Primórdios:
- Extrativismo vegetal
- Caça e Pesca – com instrumentos
- Agricultura e domesticação de animais (nômades)
- Trabalho em cooperação – objetivos comuns (grupos especializados)

b) Escravidão:
- Surgiu na idade antiga – Roma e Grécia
- O escravo não era sujeito de direitos – considerado coisa (propriedade do dono)
- O Direito do escravo era trabalhar
- O cidadão normal cuidava somente da filosofia e do governo (os escravos trabalhavam)
- Era digno apenas o cidadão – o trabalho físico dos escravos era considerado desonroso
- O trabalho escravo teve seu declínio com o advento do cristianismo – Idade Média
- Alguns homens livres também arrendavam seu trabalho (mas eram praticamente escravos)
- Escravidão nos dias atuais

c) Servidão:
- Feudalismo – composto de senhores feudais (donos de glebas de terras) e servos
- As lutas da época exigiam proteção – servos trabalhavam e o senhor dava-lhes proteção
- Os servos tinham que entregar parte da produção rural ao senhor em troca de proteção
- Pesadas cargas de trabalho (sol a sol) e podiam ser maltratados pelo senhor feudal
- No século X iniciou-se a comercialização de produtos entre os trabalhadores das glebas e os mercadores e artesãos, o que evolui para as Corporações de Ofício
- Jus primae noctis

d) Corporações de Ofício:
- Apogeu no século XIII e declínio a partir do século XV
- Representadas por três personagens: Mestre, aprendiz e companheiro (operário)
- Os mestres eram os que detinham o conhecimento de uma ofício e comandavam os aprendizes e operários
- Os aprendizes recebiam do mestre o ensino e método de trabalho – ficavam sob a responsabilidade do mestre (normalmente os pais pagavam para que fossem ensinados), dependendo do ofício, de 2 a 12 anos;
- Os operários eram os que produziam em favor do mestre
- Havia interferência do Estado mediante rígidos controles
- Não havia a livre associação ou a lei de oferta e procura, por isso, o que ganhavam mal dava para a subsistência – não havia proteção ao trabalhador (gerava muito descontentamento)

e) Período Liberal
- Marcado pela revolução industrial - máquina a vapor
- Transformou o trabalho em emprego (meio tímido ainda, mas o contrato de trabalho passou a ser desenvolvido a partir da revolução industrial)
- Não havia mais interferência do Estado. O mercado ditava as regras de trabalho e lucros
- Houve um capitalismo selvagem – exploração do trabalho pelo capital
- Péssimas condições de trabalho (não havia proteção do Estado)
- Surgiram os movimentos sindicalista e comunista – inicialmente considerados ilegais

f) Surgimento do Direito do Trabalho:
- O direito a livre associação fez com que os trabalhadores se unissem. O Direito do Trabalho surge então da luta dos trabalhadores pelo reconhecimento da dignidade humana, condições de trabalho e a sua retribuição
- Iniciou-se no século XIX com algumas regras de proteção ao trabalho (Inglaterra – proteção do trabalho do menor)
- Intensificou-se em meados e até final do século XIX com novas regras de proteção e criação de Ministérios do Trabalho
- No final desse período (século XIX) até 1919 (final da 1a Guerra Mundial) houve a consolidação dessas normas protetivas – Encíclica “Rerum Novarum” (1891) – destacava a necessidade de uma nova postura das classes dirigentes para a questão social (dignidade do ser humano)
- A partir de 1919 houve nova fase – criação da OIT (Organização Internacional do Trabalho) (1919)
- Previsão de direitos protetivos dos trabalhadores nas Constituições do México (1917) e da Alemanha – Constituição de Weimar (1919)

HISTÓRIA DO DIREITO DO TRABALHO NO BRASIL
- 1824 – aboliu as corporações de ofício (Constituição do Império);
- 1888 – abolição da escravatura (Lei);
- 1891 – liberdade de associação (Constituição Federal);
- 1919 – criação da OIT e o movimento na Europa fez dar início ao incentivo na criação de normas trabalhistas;
- 1930 – política trabalhista idealizada por Getúlio Vargas; (trabalho do menor, organização de sindicatos rurais; férias; criação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio). Passou-se a editar decretos sobre profissões, trabalho das mulheres, salário mínimo, Justiça do Trabalho.
- 1934 – Primeira Constituição Federal a tratar de Direito do Trabalho (liberdade sindical, salário mínimo, isonomia salarial, proteção ao trabalho de mulheres e menores, repouso semanal e férias anuais);
- 1943 - Em vista do desordenamento de leis, algumas limitadas a certas profissões, criou-se a CLT (Decreto-Lei 5.452 de 01/05/43), ou seja, uma Consolidação das Leis do Trabalho.
- 1946 – CF que trouxe a participação dos trabalhadores nos lucros, estabilidade e direito de greve. Nesse meio tempo, foram criadas as leis do 13o salário, empregados vendedores, salário-família, etc.
- 1967 – manteve direitos anteriores. Novas leis surgiram, como dos empregados domésticos, trabalhador temporário, trabalhador rural., etc.
- 1988 – atual constituição. Direito dos trabalhadores incluído no capítulo dos direitos sociais e garantias individuais. Arts 5o a 11. (Nas constituições anteriores eram previstos no âmbito da ordem econômica e social)

Hoje já se debate flexibilização (prevista no próprio ordenamento jurídico) e, até mesmo, desregulamentação do Direito do Trabalho. Fatores influenciadores para a modificação da legislação trabalhista (Flexibilização):
- crise econômica de 1970 – alta do petróleo
- inovações tecnológicas
- modificações na organização da produção
- competitividade entre os países orientais
- combate ao desemprego

No Brasil, percebe-se isso:
- com a extinção da estabilidade no emprego (1967 – FGTS).
- Hoje temos o regime de tempo parcial (art. 58-A CLT) e a suspensão do contrato (art. 476-A da CLT – cursos de qualificação). A terceirização (Súmula 331/TST), trabalho temporário, contrato por prazo determinado (443 da CLT) – mediante acordo coletivo.
- Há ainda a flexibilização autônoma, consistente na inserção ou modificação da legislação por convenções e acordos coletivos de trabalho – art. 7o da CF – redução de salários, turnos ininterruptos, jornadas de trabalho, tendo a CCT ou acordo força de lei.
- O que mais sofreu desregulamentação foi o trabalho da mulher ante a necessidade de igualar-se no mercado de trabalho – trabalho noturno, insalubre, trabalho extraordinário, mineração, subsolo, obras de construção, etc. (art. 5o, inciso I, da CF, e 7o, inciso XXX, da CF).





Últimos Cursos

Feriados e Pontos Facultativos 2020
Em 2020 teremos vários feriados que cairão em dias de semana. É bom saber quais dias cairão os feriados e pontos facultativos em 2020 para se programar no trabalho e quem sabe fazer uma viagem curta. Veja os feriados 2020: Feriados em Janeiro 2020: 01/01 - Ano novo - Quarta-feira Pontos Facultativos em Fevereiro 2020: 25/02 -...
https://cursosnocd.com.br/datas-comemorativas/feriados-e-pontos-facultativos-2020.htm

Roupas Femininas que são tendencias para esse verão - Lesie, Neon e outros
Roupas Femininas que estarão em alta no Verão Nesse verão muitas cores e tecidos que estavam esquecidos estarão de volta nos guarda-roupas femininos. Fique de olho nas tendências e aposte sem erro! Neon Tecidos leves e com tons neon vem com tudo. Lembrando que se você não curte muito uma cor tão cheguei, aposte...
https://cursosnocd.com.br/design-moda/roupas-femininas-que-sao-tendencias-para-esse-verao-lesie-neon-e-outros.htm

Qual a diferença entre nutricionista e nutrólogo?
Você sabe qual a diferença entre as profissões de nutricionista e nutrólogo? O profissional de nutricionista possui conhecimento específico em alimentos. Ele é capaz de elaborar uma dieta individualizada. O nutricionista está habilitado a prescrever dietas, mas não pode prescrever medicamentos. O nutricionista possui conhecimento específico sobre os alimentos e faz prescrição nutricional...
https://cursosnocd.com.br/saude/qual-a-diferenca-entre-nutricionista-e-nutrologo.htm

Lixo e meio ambiente
Não herdamos a terra de nossos antepassados, mas a tomamos emprestadas de nossos descendentes futuros. Antigo Provérbio Indígena. Estamos vivendo em uma sociedade cada vez mais industrializada e cada vez menos rural. E a tendencia é que a população das cidades consomem excessos e acabam produzindo mais lixo do que deveriam e...
https://cursosnocd.com.br/biologia/lixo-e-meio-ambiente.htm

Qual a diferença entre Soro e Vacina
Qual é a diferença entre soro e vacina? Você sabe qual a diferença entre soro e vacina? Os cientistas já desenvolveram muitas vacinas eficientes para prevenir diversas doenças causadas por microorganismos. Como são produzidas as vacinas? As vacinas são desenvolvidas a partir dos próprios agentes etiológicos da doença, mas são modificados para uma forma inativada...
https://cursosnocd.com.br/saude/qual-a-diferenca-entre-soro-e-vacina.htm

Palavras que terminam com Ente
Palavras que terminam com ente As palavras com a letra ente no final: Agente Abducente Absorvente Claramente Rente Crente Ciente Doente Dente Detergente Quente Fermente Frente Gente Mente Ilustremente Extremamente Relativamente Visivelmente Esporadicamente Derrepente Urgentemente Simplesmente Legalmente Pente Lente Ultimamente Tente Urgente Ostente Oriente Tenente Valente Jazente ...
https://cursosnocd.com.br/portugues/palavras-que-terminam-com-ente.htm








Cursos no CD - Cursos a distância, Curso Online. Série de lições sobre determinada matéria. Conjunto de matérias professadas numa universidade. Todas as informações são de propriedade de seus respectivos autores. Política de Privacidade

Parceiros: HLERA, Orkut, Fotolog, YouTube, Baladas, Garotas, Festa, Cama e Banho, Resumo de Livros Lençol de Malha, Países e Viagens
Carnaval, Desenhos, Frases, Mensagens, Músicas, Piadas Gaspar, Notícias Importantes, Poemas de Amor, Carros, Recados para orkut, Web Designer
RSZ Sistemas